29 março 2017

Fazer ou não festa de 1 ano?

Muitos pais têm dúvida sobre a festa de um ano. Alguns acham desnecessário porque a criança não recorda quando for maior, outros gostam de marcar essa data.

Eu não acho que tem que necessariamente ser uma festa grande, apesar que fazer em um salão com buffet completo facilita porque com uma criança pequena fica difícil ter tempo para organizar tudo sozinha.

Desde a primeira gravidez não tinha dúvidas que queria comemorar de alguma forma o primeiro ano da bebê. Fiz para minhas duas filhas e não me arrependo.

O maior motivo para fazer a festa é que acredito que seja um momento de celebração da família. Como é gostoso separar um momento com pessoas que estiveram do seu lado durante a gestação, o primeiro ano do bebê para festejar essa data.

São meses de insegurança, noites sem dormir, com choros e risadas, momentos de descobertas... sim! é um momento para celebrar.




Mesmo que o bebê não se lembre quando crescer (como acontece hoje com minha filha), ele tem aquele registro da celebração que foi feita por causa dele. Minha filha ama ver o álbum da festa e mostrar para as pessoas que recebemos em casa.


Se você se convenceu a fazer festa de um ano (seja grande ou pequena), aí vai algumas dicas:

* Convidados - Não convide ninguém por obrigação. É uma celebração da família! Chame pessoas que realmente se importaram com você durante a gestação, fizeram questão de conhecer seu bebê...
* Tema - Prefira temas genéricos. A criança quando maior gosta de escolher super-heróis, princesas... O tema da minha segunda filha foi de corujinhas, por exemplo.
* No dia - Deixe os preparativos da festa prontos antecipadamente, salão e manicure também. No dia da festa, procure ter um dia bem tranquilo. Seguindo a rotina do bebê. Assim, o bebê vai estar tranquilo para aproveitar a própria festa.
* Deixe o bebê aproveitar a festa - Não coloque roupa no bebê que ele não consiga se movimentar. Deixe-o confortável. Solte-o no chão. Deixa engatinhar, andar, brincar... ele vai aproveitar esse momento!
* Fotógrafo - Sei que as vezes ter um fotógrafo profissional fica difícil financeiramente, mas é um ótimo investimento. Primeiro porque pedir para algum parente tirar, não vai estar o tempo todo disponível por querer aproveitar a festa também. O fotógrafo fica o tempo todo atrás do bebê e consegue registrar momentos espontâneos que não conseguimos. Além de que depois você terá um lindo álbum de recordação.

Espero ter ajudado! Deixe sua opinião nos comentários!

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto



Nenhum comentário:

Postar um comentário