15 fevereiro 2017

O que fiz para minhas filhas dormirem a noite toda!

Muitas mães reclamam o cansaço que tem por não dormirem direito de noite por causa dos seus bebês.

Graças a Deus aqui em casa, no primeiro mês, as minhas duas filhas já dormiam a noite toda.

Uma grande ajuda que tive foi ler o livro "Nana Nenê", dos autores Gary Ezzo e Robert Buckman.

Com o livro percebi que a amamentação está diretamente ligado à qualidade do sono do bebê. Até mesmo para que o bebê durma a noite toda.

Quanto mais termos uma rotina estabelecida durante o dia, mais rápido o bebê "entende" que a noite é para dormir (como diz a pediatra das minhas meninas).

De acordo com o livro nos primeiros dias de vida, o ideal é estabelecer a rotina de 3/3horas, com tempo de 15 a 20 minutos de cada lado. Quando o leite começa a fluir melhor, 15 minutos cada lado. 



O livro mostra que o bebê precisa de 3 atividades básicas: alimentação, hora de ficar acordado e hora de dormir.

Alimentação: amamentar de 3/3 horas. Mesmo que o bebê não acorde, devemos acordá-lo. Assim desenvolve o que precisa e acostuma a ser amamentado nas horas certas. 

Sei que algumas mães falam sobre amamentação em livre demanda. Que consiste em amamentar sempre que o bebê quiser.

Porém, precisamos entender duas coisas: mesmo estabelecendo horário certo das mamadas, óbvio que se percebia que a bebê queria mamar "fora do horário" eu a amamentava e o outro fator é que precisamos verificar se realmente o bebê quer ser amamentado. Muitas vezes não quer. Pode ser incomodo da posição que ficou por muito tempo, um carinho que quer receber... 

Hora de ficar acordado: É o momento após a mamada de interação com o bebê. Após colocar para arrotar, você a cada mamada pode fazer algo diferente: cantar, conversar, banho (tem pessoas que preferem antes da mamada), momento em família, ler uma história (bebês não entendem, mas amam a entonação da história). 

É um momento que não precisa durar muito tempo (5-10 minutos). Após esse momento coloca para dormir.

De acordo com o livro deveria estabelecer exatamente o que fazer em cada horário. Eu preferi não fazer assim. Penso que se acostumamos, por exemplo, o bebê a tomar banho num mesmo horário, depois se algum dia não conseguimos, ele acaba ficando enjoado.

Hora de dormir: Para dormir, colocava no berço ou Moisés ou carrinho (onde queria que tirasse o cochilo) e falava que agora era hora de dormir e descansar. Assim, acostumaram a dormir, sem que precisasse ninar ou algum outro ritual.

A Cecília acostuma muito com qualquer coisa que acontece de diferente. Um dia ela estava muito suada, estava um dia muito quente e ela não conseguia dormir. Resolvi dar um pouco de água para ver se ela acalmava para dormir e realmente resolveu. Porém, até hoje gosta de beber água ou leite para adormecer.

As mamadas delas eram as 6, 9, 12, 15, 18, 21 e 00 horas. A cada mamada fazia um momento diferente de ficar acordada, sendo que na última mamada não faz esse momento. Assim que mama, já coloca para dormir. 

De acordo com o livro, seguindo a rotina em 2 meses o bebê dorme a noite toda. As minhas filhas dormiram já no primeiro mês.

Conforme os meses iam passando, não acordava mais após a mamada das 21 horas. Com isso, aos poucos a última mamada foi ficando mais cedo. Até que com um ano dormiam as 20 horas.

Hoje a Cecília está com 1 ano e 4 meses. Dorme as 19:30h, acorda as 7 horas para mamar e em seguida dorme até as 8 horas. A Míriam tem 7 anos. Dorme as 21 horas e acorda também as 8 horas. O que acho ótimo! 

E vocês? Como fizeram para seu bebê dormir a noite toda?

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto

Nenhum comentário:

Postar um comentário