08 fevereiro 2017

O que fazer com a birra?

Ontem em sala de aula uma aluna deu um chilique, fez birra porque queria ir embora descalça e eu disse que não poderia.

Lembrei na hora de várias mães que perguntam o que fazer na hora da birra e como acabar com ela.

Por mais que a menina gritasse e até me xingasse, a primeira coisa que fiz e é o melhor a fazer é manter a calma e entender que não é algo pessoal. É uma tentativa de que a gente ceda ao que ela quer e uma reação à sua frustração.

Se a gente cede à uma birra ou se desestabiliza, ela entende que sempre poderá ter essa atitude para conseguir o que quer.

Um outro ponto importante é entender o sentimento da criança naquele momento. Minha filha de 7 anos sempre fica irritada e chora sem motivo quando está cansada ou com sono. Quando percebo isso, a chamo e com calma, falo que é melhor ela descansar porque as pessoas não tem culpa do seu cansaço e por isso não ela não pode agir assim com as pessoas.

Entenda o por quê do seu filho agir daquela forma, para assim pensar em qual atitude tomar.

Imagem: Pinterest

A pior situação que podemos ver num filho é quando a criança se joga no chão gritando e chorando. Se for em casa, simplesmente deixe a criança sozinha e quando acalmar (porque irá acalmar rápido, assim que perceber que não tem ninguém dando atenção) você conversa com calma sobre a atitude dele.

Na rua, a questão é outra. Porque nos sentimos envergonhadas e até mesmo julgadas. Alguns especialistas dizem que o ideal é ignorar mesmo em lugares públicos, outros dizem que reagir contrário a raiva, dá resultado. Como oferecer um abraço!

Mas a principal questão que acredito é a consistência da educação desde bebê. Muitos acham que bebês não entendem e é um tremendo engano.

As minhas duas filhas quando fizeram 6 meses e começaram a querer mexer em tudo em casa (o que repete quando começaram a andar), ensinava que não poderia mexer e mostrava algo que poderiam mexer. Dizia sempre:"Esse não pode. É da mamãe! Esse é da ....... pode brincar".

É incrível como os bebês já entendem e atendem o que falamos. Hoje, a Cecília está com 1 ano e 4 meses. Continua na fase de querer mexer em tudo. Continuo fazendo da mesma forma. Quando está cansada, chora, insistindo... tento mostrar outra coisa e distrai-la e tenho tido bons resultados.

A Cecília as vezes atrapalha a Míriam a brincar. Quer sempre o brinquedo que a irmã está brincando. Sempre digo que aquele a Míriam está brincando e que ela pode brincar com outro. 

Algumas pessoas já me falaram que ficam com pena quando faço isso, mas ela tem que entender desde já a repartir e esperar a vez. Muitos querem ensinar quando (acreditam) que a criança entende melhor e assim, a criança se sente perdida. Por que antes podia fazer o que queria e agora não? Assim, os próprios pais acabam criando essa fase de birra.

Resumindo: calma, consistência e mantenha firme. Não importando a idade!

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto

2 comentários:

  1. Olá!!!
    Como faço pra dizer não à um bebê de 10 meses?! Ele faz birra e me testa algumas vezes. Eles são muito espertos, não podemos subestimá-los. Rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! Como disse no post, eles entendem tudo! Eu falo firme que não pode e quando ela faz birra, não dou importância. Ela para rapidamente quando percebe que não vai conseguir o que quer

      Excluir