23 dezembro 2016

Desabafo: Tempo de Renovação

Amo quando chega o final do ano! Festas de Natal, ano novo, tempo de renovação, mudanças...

Sei que algumas pessoas acreditam que a virada do ano é simplesmente uma mudança de dia, ano...

Eu acredito que seja tempo de reflexão, planejamento, estratégias e mudanças.

Acho importante parar um pouco da correria e refletir o que passamos  e assim criar estratégias para o próximo ano.

Uma vez vi o Miguel Falabella dizer que as vezes é importante voltarmos ao passado para assim enxergar como chegamos até aqui e assim conseguir avançar.



Por isso, pare um pouco, sente reflita como chegou até aqui. Sinta-se grato por tudo; mesmo coisas ruins nos ajudam a crescer e as boas podem ajudar a vir melhores ainda.

Após refletir, escreva o que quer mudar e precisa melhorar. Escreva também o que deve continuar.

Crie metas e estratégias de como alcançar. 

E o mais importante! Não guarde o que escreveu no fundo da gaveta. Deixe num lugar visível para não esquecer de tudo que escreveu e conseguir assim, impulsionar para alcançar tudo o que escreveu.

Desejo a todos um final de ano maravilhoso, cheio de alegrias e amor! E um ano de 2017, cheio de conquistas, saúde e paz!

Vou começar a refletir agora, descansar um pouco com minha família. Voltamos por aqui na segunda semana de janeiro.


21 dezembro 2016

Como fazer quarto de menino e menina juntos?

As duas vezes que engravidei o que mais gostei era preparar o quarto. Pesquisar, sonhar, comprar... cuidar de cada detalhe... é um momento muito especial!

Quando engravidei da Cecília, minha segunda filha, antes de saber que ela era menina, o que mais pensava era como ia transformar o quarto da Míriam (todo rosa), num ambiente que ficasse neutro, bonito tanto para ela e para um menino (se no caso estivesse grávida de menino).

O menino não veio, mas compartilho com vocês algumas ideias para vocês!

Como a Míriam tinha 6 anos (não era mais uma bebê) não queria um quarto de bebê. Queria um quarto que a acompanhasse durante bastante tempo.

A primeira coisa que pensei eram nas cores! É muito importante você pensar nas paletas de cores! Assim fica mais fácil as escolhas de cortinas ou persianas, papel de parede ou cores de tinta, e objetos de decoração.

Se tivesse um menino, pensei em cores alegres que não são considerados femininos ou masculinos. Como: amarelo, laranja... e não seria difícil para a Míriam abrir mão do rosa que tanto ama.

Papel de Parede: site Papel de Parede Anos 70

Outra forma que tinha pensado também é usar personagens infantis que tivessem a ver. Como por exemplo, a turma da Mônica que minha filha ama!


Jogo de cama da Turma da Mônica: To&Stok


Outras ideias são: quarto neutro com pequenos detalhes da decoração colorido, quarto dividido por cores (área da menina e do menino)


Gostaram das ideias? Comenta embaixo!

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto





19 dezembro 2016

Baby Blues! O que é isso?

Quando estamos grávidas o que mais queremos é a chegada do bebê, ver o rostinho, sentir sua pele e assim viver o momento sonhado muitas vezes por anos.

O que algumas não esperam é que esse momento ao invés de alegria, seja cercado de angústia e tristeza.

É muito comum que algumas mães, no pós-parto, sintam-se irritadas, tristes e com vonatade de chorar. É chamado de blues puerperal ("Blues" em inglês quer dizer tristeza).

Imagem Pinterest


Muitas vezes não há motivo. As alterações hormonais pós-parto, podem causar e a mãe nem entender porque isso está acontecendo.

Em alguns grupos de maternidade perguntei se alguma mãe tinha passado por isso e como fizeram para superar. O que percebi é que como a maioria de nós, sentimos culpa por algum motivo: não conseguir amamentar, o bebê ter alergia do leite maternos, sentir-se cansada demais, sentirmos sozinhas...

Parecem até motivos bobos ao ler, mas quem passou por esse período sabe que é uma mistura de sentimentos: cansaço, medo, insegurança... e podem acarretar nesse sentimento.

Sabe o que é engraçado! Todas que compartilharam suas histórias, disseram que superaram da mesma forma. Superando através dos próprios pensamentos. Tentando pensar que estava fazendo o melhor como mãe!

É o que sempre digo: "Mesmo errando, erramos tentando acertar".

Para a família, o melhor é o apoio. Não só incentivos, mas principalmente ajudar fisicamente. Ficar com o bebê para a mãe dormir mais um pouco ou comer ou tomar banho... seja o que ela tiver vontade...

Espero ter ajudado com esse post! Se você que está lendo está passando por isso e não está conseguindo melhorar, peça ajuda!

Se quiserem comentar compartilhando sua história ficaremos felizes! Todas as histórias ajudam outras pessoas que passam pela mesma situação.

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto

*Obrigada a todas que compartilharam suas histórias e experiências!

16 dezembro 2016

Como estimular o bebê a engatinhar

Um bebê engatinhando não é só fofo, é o primeiro modo da criança se locomover sozinho e ajuda no fortalecimento dos músculos da perna para posteriormente andar.

Não existe uma idade certa para o bebê começar a engatinhar. Normalmente começa a pelo menos a se arrastar com 7 meses.

Já vi algumas mães reclamando que o filho estava chegando perto do primeiro ano e ainda nem se arrastava, mas não deixavam a criança no chão. É claro que cada bebê tem o seu tempo, mas é importante estimular a criança com atividades simples.

Em primeiro lugar, deixe a criança no chão. Não tem como ela se desenvolver se ficar o dia todo no carrinho ou berço. Se você não sente à vontade em deixar a criança diretamente no chão, posso te dar duas opções. 

A primeira delas é o cercadinho (ou chiqueirinho como diz em Minas Gerais). Algumas pessoas não gostam e criticam o uso do cercadinho, mas não entendo como uma mãe pode ficar sem. É um modo da criança ficar segura em casa, você poder fazer as atividades domésticas com tranquilidade e é um ambiente na qual a criança se sente estimulada.

Para vocês terem ideia a Cecília começou usar o cercado com 3 meses (para a criança se acostumar é importante coloca-la bem cedo), colocava brinquedos coloridos para ela observar e tentar alcançar.

Com 5 meses ela estava engatinhando e com 6 ficava em pé. O cercado é ótimo para isso!

R$199,90 - Tricae


Outro material interessante para a criança não ficar diretamente no chão, é um tapete emborrachado próprio para as crianças. Esse tapete você encontra em lojas especializadas em enxoval de bebê ou em lojas que vendem tapetes.

R$159,90 - Tricae


Agora que você tem os utensílios para deixar seu filho mais à vontade para explorar o mundo, vou te dar algumas dicas que como estimular a engatinhar.

1- Alcançando objetos - Pegue algum objeto que o bebê goste e deixe um pouco distante. Primeiro o bebê vai tentar pegar se arrastando, quando começar a fazer isso, o coloque na posição de engatinhar para que ele comece a pegar o objeto com essa postura.


video

Cecília com 5 meses

2- Brincadeira do rolo - Enrole uma toalha ou lençol, segure o bebê pelo tronco e coloque sobre ela. Asim a criança irá se movimentar para frente e para trás.

3- Obstáculos - Faça obstáculos para que a criança tente passar. Pode ser sua perna, almofadas, túnel de cadeiras. Sempre colocando um brinquedo ou objeto que o bebê queira pegar.

Gostou das ideias? Não esquece de comentar!

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto



14 dezembro 2016

Brinquedos Educativos de até R$50,00

Natal chegando, muitos presentes para dar e nos tempos que estamos vivendo não dá para comprar presentes tão caros, não é verdade?

Então, vim trazer algumas dicas de brinquedos que além de educativos, são baratos.

1- Microfone - Pode ser dado para crianças acima de 3 meses. Ajuda a criança desenvolver os primeiros sentidos: ouvir, falar, pegar... O brinquedo possui botão com luzes que acendem e toca melodias e botão para uso de instrumentos ou efeitos com peças geratórias. - R$49,90

2 - Jogo da Mônica - Indicado para crianças acima de 3 anos. O jogo ajuda a criança a associar número à quantidade. Assim aprendem de forma divertida! - R$24,90
3 - Brincando e Aprendendo - Brinquedo colorido com números em alto relevo. A criança aprende números, cores e formas de uma maneira divertida e interativa. - R$19,90
4 - Desafio Anel - Para crianças maiores. O objetivo do jogo é libertar a argola presa ao cabo. É um jogo de lógica que desafiam a paciência e persistência, raciocínio e concentração. - R$20,50

5 - Bate Martelo - Para crianças a partir de 18 meses. Desenvolve a coordenação viso motora, coordenação motora ampla. Várias possibilidades de uso: bater os pinos com o martelo até chegar na mesa, depois vira a bancada e volta a bater. Bater somente os pinos com as cores que a pessoa determinar. Bater os pinos encaixando-os com 1, 2, ,3 ,4 batidas... - R$36,90
Gostaram das dicas? Não esquece de comentar!

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto

* Todos os brinquedos foram pesquisados no site da Tricae

12 dezembro 2016

Como as crianças podem ajudar em casa?

Como pais sempre queremos que nossos filhos sejam independentes, não precisem tanto de nossa ajuda ou de qualquer outro adulto.

Quando ensinamos nossas crianças, tarefas que possam ajudar em casa, estamos fazendo com que tenham mais autonomia e confiança.

Mesmo que você tenha uma ajudante em casa, ensine seu filho a cuidar de seus pertences. Seja brinquedo, roupas, banheiro... 

A cada idade podemos ir inserindo atividades na qual conseguem realizar.

* 2/3 anos: Colocar a mesa, Varrer pequenas áreas,  Colocar água no copo, Colocar toalha na mesa, Arrumar seu lugar após comer.
* 4/5 anos: Colocar talheres na mesa, Ajudar a guardar as compras, Tirar a mesa após as refeições, Ajudar a guardar a louça, Passar aspirador, Dobrar panos de prato.
* 6/7 anos: Ajudar a preparar pratos fáceis, Varrer o chão, Tirar pó, Descascar verduras, Limpar as gavetas dos talheres.

Imagem: Pinterest

* 8/9 anos: Jogar o lixo fora, Lavar a louça, Ajudar a limpar a geladeira, Fazer compras seguindo uma lista.
* 10/11 anos: Preparar pratos simples. Ajudar a planejar o cardápio do dia, Limpar o forno microondas.
*12 anos ou mais: Limpar o chão, Preparar sobremesas simples, Preparar pratos para toda a família.

Essas atividades são apenas algumas dicas. Tudo depende da rotina e maturidade da criança. Algumas tarefas podem variar a idade. Ensine de acordo com que você acredita que a criança possa fazer.

Toda atividade que ensinar deve ser ensinado de forma divertida, assim a criança terá prazer em ajudar.

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto

09 dezembro 2016

Cartões de Natal para fazer com as Crianças

Uma das coisas que acho super legal para fazer com as crianças são cartões de Natal!

Com tanta tecnologia, redes sociais, corre-corre... as pessoas deixaram de fazer cartões.

Acho que é uma ótima atividade para fazer com as crianças e com certeza todos que ganharem guardarão com muito carinho!

Olha que ideias legais!

Usando canudos!


Com os dedos


Com o pé


Usando jornal


Colagem com botões

Gostaram das ideias? Se fizer algum, mostra para a gente!

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.





07 dezembro 2016

Criança na cozinha: Bombom Salgado

Essa semana tivemos na escola que a Míriam estuda uma confraternização de final de ano. Como estudaram ao longo do ano vários gêneros textuais e dentre eles "receitas", o tema do encerramento foi "Bistrô Cultural".

Além de uma apresentação linda das crianças, tínhamos que levar alguma receita que as crianças fizessem em casa com ajuda dos pais, junto com a receita para troca de receitas.

A Míriam ficou super animada, principalmente porque desde os 4 anos diz que será chef de cozinha.

Resolvi fazer uma receita de uma amiga que é super simples e a criançada consegue fazer.

Bombom Salgado:
* 4 ovos;
* 1 copo de leite
* 1/2 kg de margarina
* + ou - 1 kg de farinha de trigo com fermento
* 1 col (chá) sal
* 200 g de queijo ralado grosso
* Goiabada para rechear

Colocar numa bacia, o leite, os ovos, a margarina e o sal. Misture a farinha aos poucos até soltar das mãos.


Sem sovar, enrolar o recheio com a massa, pincelar com gema, passar queijo ralado e assar.


A receita rende muitooooo! Essa quantidade é para fazer bolinhas pequenas (tamanho e quantidade para festa).

Deixei a Míriam fazer sozinha. Fui instruindo quanto a quantidade e o ponto da massa. (por isso o salgado ficou grandinho).

Além de divertido e ter um tempo com seu filho, cozinhar ajuda a criança quanto a quantidade, coordenação, paciência...

Se você fizer com seu filho, mostra para a gente.

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.









05 dezembro 2016

Calendário do Advento para fazer com as crianças

Outro dia escrevi por aqui sobre ansiedade infantil (clica aqui para você ver). Nele escrevi que em datas importantes faço um calendário para minha filha marcar cada dia que vai passando e assim, ela tem noção de quantos dias falta para o dia importante, ficando menos ansiosa.

No Natal o chamado calendário do advento vem dos Luteranos alemães que marcavam quantos dias faltam para o Natal.

Hoje é muito comum se fazer justamente como falei no outro post. Além de ajudar a criança quanto a ansiedade, é uma importante forma educativa e criativa para fazer com a criançada.

Em cada dia você pode colocar um presentinho, um bombom, um docinho, um papel com vales (vale beijo, vale carinho, vale filme juntos...)

Há várias formas de fazer. Vamos há algumas ideias?

Com caixinhas

Com latinhas


Com baldinhos

Com latas

Com envelope

Use materiais simples e faça com as crianças! Pode ser feitos também com cartolina, feltro...

Um molde para vocês...


Gostaram das ideias? Se gostou e vai fazer, me mostra que vou amar ver!

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.

*Todas as imagens foram retiradas do Pinterest (me segue lá)











02 dezembro 2016

Atividade de Natal: Guirlanda de Mãos - DIY

Está chegando o Natal, férias... porque não aproveitar e fazer uma atividade com seu filho e ainda decorar a casa para o Natal?

Ano passado fiz uma guirlanda de Mãos com a Míriam e ela amou a atividade. Principalmente porque colocamos na porta de casa enfeitando. Todos que vinham em casa, ela tinha o prazer de dizer que ela quem fez o enfeite.




Você vai precisar de:
* folha color set verde escura;
* folha color set verde clara;
* folha color set rosa ou vermelha;
* cola; 
* tesoura;
* colar com glitter;
* fita rosa ou vermelha

Quer ver como fazer? Clica no vídeo que é rapidinho...


Fez com seu filho? Conta aí como foi!

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.