30 março 2016

5 Desenhos Educativos no Netflix


Vamos falar a verdade! O quanto o Netflix salvou nossas vidas! Você poder assistir o que gosta a hora que quer por um preço pequeno? Todo mundo tem que ter!

O melhor é podermos controlar o que nossos filhos veem. É claro que mesmo no Netflix tem tipos de desenhos e seriados infantis que não gosto que minha filha veja. Uma criança não sabe qualificar se as atitudes mostradas são corretas ou não. Por isso se não estou por perto para ensina-la e alerta-la, gosto de "podar" o que ela vê.

Hoje quero mostrar 5 desenhos que trazem boas lições para nossos filhos, principalmente na fase pré-escolar (falo dessa fase porque são desenhos com classificação para essa faixa etária, mas na verdade crianças maiores também podem se interessar).


1- RONDAS 3D - Desenho bem colorido com canções e versos que ensinam sobre animais, números etc...


2- SID O CIENTISTA - É o que mais gosto! O desenho é o sonho de toda professora! Turma pequena e interessada a aprender e uma sala totalmente equipada! O desenho mostra as dúvidas que as crianças tem sobre ciências, o que fazem para investigar e a solução das perguntas.


3- DOUTORA BRINQUEDOS - Minha filha ama esse desenho! Ele ressalta valores da família, diversidade e como ter uma vida saudável.


4- TOOBYS - Baseado em canções infantis clássicas e originais.


5- THE HIVE - Ajuda as crianças a explorar e entender o mundo ao redor.

Essas são minhas dicas de hoje. E vocês? Tem algum outro desenho para indicar? Não deixe de comentar!

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.








28 março 2016

Livros para bebês

Você sabia que a leitura deve estar presente na vida da criança antes mesmo dela nascer? Quando está na barriga da mamãe ele capta as vibrações, entonações das palavras. Além de trazer proximidade da criança com o mundo externo e sua família.

Após nascer a criança ainda não entende o significado das palavras, mas a entonação, melodia que são ditas as palavras a cativa.

Imagem tirada do Pinterest


A partir dos quatro meses já pode ser associado à estímulos visuais e também ao manusear os livros ajuda na coordenação (ao virar as páginas), na interação com palavras e figuras, concentração (o tempo varia de criança para criança)... 

Enfim, livro é importante seja qual fase nossas crianças estão. 

Livros sensoriais, com várias texturas, ajudam nas habilidades motoras e cognitivas. Há livros para todas as idades. Vale observar qual atende a fase que seu filho está.

Imagem tirada do Pinterest

Para escolher os livros mais adequados para bebês, procure livros coloridos, com imagens ou fotografias que demonstram situações nítidas.

Escolha livros com poucas palavras, versos e rimas engraçadas e previsíveis. Após várias leituras, a criança saberá repetir a leitura (quando estiver iniciando a fala).

De material resistente e/ou lavável. Cartão grosso, pano ou plastificado (que pode ser usado no banho também).


Qual livro você gosta de ler para seu bebê ou filho pequeno?

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.

25 março 2016

A Verdadeira Páscoa!

Amo comemorar datas como essa: a Páscoa! Sempre recordo com carinho essas datas, em nossa casa nossos pais as tornavam dias muito felizes.

Mas o principal que nos ensinaram é sobre o verdadeiro sentido da Páscoa.



Páscoa significa passagem. É a passagem para nossa libertação. A libertação que encontramos através de Jesus.

A Páscoa é um tempo para lembrarmos do amor e da misericórdia de Deus. É um momento de buscarmos uma mudança na maneira de pensar, agir e falar. 

Faça a festa com seus filhos. Dê ovos, faça caça aos ovos... essas tradições que foram adquiridas com o tempo. Mas ensine-o a ser grato e feliz pela salvação de Cristo.

Tenham uma boa Páscoa e que Deus traga a libertação, paz e alegria em seu lar. Não só nos dias de Páscoa, mas todos os dias.

23 março 2016

Batons Coringa para quem tem pressa!

Outro dia falamos por aqui de sombras que você tem que investir se não tem muito tempo para se maquiar. Seja no dia-a-dia, a noite ou uma festa.

Hoje quero dar o truque dos truques para aqueles dias que não temos tempo ou paciência para se arrumar.

Em dias que estou com preguiça de me maquiar, mas não quero sair de cara limpa o que faço sempre é ousar na cor do batom.

Não precisa ser necessariamente vermelho ou uma cor forte. Mas se você passar um que tenha um pouco mais de cor vai atrair os olhares para os lábios e o resto fica sem tanta importância.


1- Batom Nude - Se não está acostumada com batons coloridos, comece com um batom nude que não deixe a boca tão apagada. Pode ser com fundo rosado, marrom ou caramelo. Experimente e veja qual combina mais com seu tom de pele e cabelo.



2- Batom Rosa - Esse tom de rosa fica bem em todos os tons de pele. Eu amo essa cor porque fica com um colorido sem ficar forte demais!


3- Batom Rosa mais escuro - Esse tom é o meu preferido! É aquele rosa fuscia, sabe? Tenho vários nessa tonalidade e com vários acabamentos. São para aqueles dias que quer ousar, mas não quer passar o vermelho.


4- Batom vermelho - Amo principalmente os mattes. Usei poucas vezes durante o dia, mas ainda vou ousar mais. É interessante também experimentar as tonalidades porque tem vermelhos com tons mais claros e mais escuros. Veja qual gosta mais e combina com você!



5- Batom vinho - E por que não um batom vinho para os dias mais frios que estão por chegar? Eu achava que não tinha coragem de usar, mas depois que a gente acostuma usar batons coloridos, começamos a querer cores diferentes.

Se você acha que não vai acostumar com batons coloridos assim. Comece usando sem passar a bala direto nos lábios. Pode passar no dedo e dar "batidinhas" nos lábios ou pode passar normalmente e depois tirar o excesso com um lenço de papel. Assim vai acostumando aos poucos!

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.





21 março 2016

Brinquedos Educativos de até R$50,00

Outro dia compartilhei por aqui brinquedos educativos baratinhos da China. Como algumas pessoas não se sente à vontade em comprar em sites internacionais, trouxe hoje uma opção num site brasileiro de confiança.

Uma dica ao comprar brinquedos educativos é você pensar por qual período aquele brinquedo servirá para seu filho. Há brinquedos que são indicados a partir da fase 0 anos, mas que pode interessar às crianças ainda quando estiverem mais velhos. São justamente esses que quero mostrar para vocês!

1- Argolas de Empilhar - Esse brinquedo é indicado para crianças a partir dos 3 meses. O formato do brinquedo estimula a coordenação e o raciocínio da criança, Além das cores fortes. No início o bebê não irá conseguir montá-lo, mas a exploração do brinquedo o ajuda muito. Conforme a criança for crescendo, você pode ensiná-lo as peças do menor para o maior, as cores... R$ 44,90

2- Copos de Empilhar - Indicado para crianças a partir de 3 meses, ótimo para empilhar,encher de água, "fazer barulho"... proporciona o desenvolvimento visual, diferenciação das cores, tamanhos, senso tátil e coordenação motora. Quando a criança estiver maior vai amar usar para brincar de casinha. R$26,90


3- Máquina Fotográfica - Para crianças a partir de 1 ano. Possui flash, som real de tirar foto e reproduz 3 frases. Qual criança não gosta de imitar os adultos. Esse brinquedo vai estimular identificação dos sons, coordenação. Essa máquina pode colocar a foto da criança para deixar a brincadeira mais real. R$49,90

4- Pote de figuras - Esse brinquedo é para crianças a partir de 3 anos. Um brinquedo tão simples, mas que estimula a criatividade das crianças e várias habilidades. Conhece cores e formas, montam como blocos, torres, caixas e outros formatos que quiser. R$13,99

5- Castelinho Numérico - A partir de 6 meses, esse brinquedo como o anterior ajuda e muito na criatividade e várias outras habilidades da criança. O que gosto ainda mais desse, que por ter números e letras ajuda também na fase escolar. R$13,99

Todos esses brinquedos estão no site da Tricae. Um site de confiança que é confiável, mas você pode adquirir em várias lojas na sua cidade.

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.


18 março 2016

O Fim da Primeira Infância

Quando estudamos o desenvolvimento infantil (o que amo estudar) vemos que a fase infantil mais importante é a primeira infância; fase que vai de 0 a 6 anos.

Essa fase é a base para todas as outras que a criança irá passar. Quanto maior a qualidade de vida da criança do nascimento aos 6 anos, seja cognitivamente, no desenvolvimento da linguagem, habilidades motoras, emocionais e até a qualidade da alimentação, a criança terá uma vida com sucesso. Seja nas suas relações sociais, afetivas... Daí um dos motivos da grande importância que tem a educação infantil (assunto para outro post).

O engraçado que ao estudarmos sobre essa fase, sua importância, como estimula-la... parece que são muitos anos para conseguir fazer com nossos filhos tenham êxito. Mas de repente, é só piscar os olhos e deparamos com a nossa filha (a minha no caso) prestes a fazer 7 anos.


Minha filha Míriam com 6 anos e 9 meses


Meu Deus! Como o tempo passou e eu não vi! Claro, que dedicamos à educá-la! Porém, é uma fase tão rápida que se não prestarmos atenção passa desapercebida.

Então, quero dar cincos dicas para que você ajude seu filho a ter uma primeira infância com qualidade:

1- Crie uma rotina desde o nascimento. Inclua tempo para brincar, cantar, contato físico... isso não quer dizer que tem que estimular o tempo todo. Dedicar um tempo de 15, 20 minutos já é ótimo! Vai aumentando o tempo de acordo com a idade

2- Valores, regras, hábitos... deve ser passado desde pequeno. Não adianta você dizer a um adolescente que é cedo para namorar, se não foi conversado sobre isso na infância e ainda brinca dizendo a famosa frase: "Tem algum namoradinho na escola?"

3- Não esqueça que as crianças aprendem mais com as atitudes do que palavras. Não adianta ensinar algo e praticar outra coisa. 

4- Tenha consciência que ninguém nasce sabendo ser pai ou mãe. As vezes erramos tentando acertar. Em caso de dúvida, converse com alguém que confie e/ou tenha mais experiência que você.

5- Educar dá trabalho, mas tudo que é feito com paciência e amor tem valor e traz resultados grandiosos!

Espero que essas dicas ajudem vocês! 

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.

16 março 2016

Sombras Coringa para quem tem pressa!!!!

Depois que a gente vira mãe o tempo para sentar e se maquiar é abreviado. Aliás, nos dias de hoje não só para quem é mãe. Muitas vivem no corre-corre de trabalho, estudo e outros compromissos.

Com isso, procuro sempre itens coringas de maquiagem que sejam fácil, rápido para usar e não deixam por menos para quem tem mais tempo para se arrumar.

Hoje, quero falar com vocês sobre sombras. Se você quer embarcar no "mundo da maquigem" e não sabe que sombra comprar, compre sombra marrom! Aí você vai me dizer: "Luciana, tem mil tons de marrons". Sim, calma! Vou explicar direitinho!

Para usar tanto para o dia como a noite, compre sombras marrons opaca (matte/sem brilho). A sombra marrom combina com todos tons de pele, fica bonito seja qual o seu estilo e também qualquer formato de olho. Esse tom deixa o olhar bonito e bem esfumado fica com aquele ar de "estou linda sem usar nada".



Imagem: Pinterest

Essas sombras são ótimas para passar deixando a cor forte ou leve, dependendo de como você usa-la (se quiser posso mostrar para vocês).

Um outro tipo de sombra que sempre tenho e uso quando não tenho tempo de maquiar, mas tenho alguma festa para ir, é uma sombra champagne. Pode ser qualquer sombra metálica com base puxada para o marrom.

Você passa, dá uma esfumada e pronto!
Imagem: site Essenze de Pozzi

Tenho essa sombra e fica perfeita nos olhos! Fica uma maquiagem de 5 minutos com cara de fiquei horas fazendo!

E você? Tem alguma sombra coringa?

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.


14 março 2016

Brinquedos Educativos da China

Quem me conhece sabe que amo fazer compras online, aliás as vezes esqueço que temos lojas físicas. Acho prático e muitas vezes sai mais barato que na loja física.

Uma loja virtual que amo comprar é o AliExpress. Um site chinês que vende simplesmente de tudo. Comprei muitos itens do enxoval da bebê nele (assunto que vou falar com vocês depois).

Se você não tem experiência em compras em sites chineses, quero deixar algumas dicas para vocês:

* Compre com antecedência. Demora dois, três meses em média para chegar;
* Fique de olho na cotação do dólar do dia. Muitas itens compensam, mas outros (com esse aumento do dólar nos últimos tempos) podem não compensar;
* Sempre fico de olho naquilo que acho diferente ou é difícil de achar por aqui;
* Você pode ser tributado quando sua compra chegar ao Brasil. Esteja preparado! Já fui tributada, mas mesmo assim compensou a compra.
* Se comprar com cartão, tem que ser cartão internacional, mas também pode comprar através de boleto bancário.
* Quando for procurar algo, não esquece de clicar em "Frete grátis" para não ter que pagar o envio.

Hoje quero mostrar alguns brinquedos educativos que encontrei por lá que gostei bastante (ainda não os comprei. Estão na minha lista de desejos), são brinquedos que acredito que valem a pena por serem diferentes e pelo preço.


1 - Quebra-cabeça 3D - ótimo brinquedo para crianças de 0 à 4 anos. Ajuda na coordenação, habilidades motoras, visuais e cognitivas. Esse é de madeira o que acho ótimo para a durabilidade. Preço: U$ 1,38

2 - Quebra-cabeça em forma geométrica - São 6 "ovinhos" para a criança encaixar na forma geométrica certa. É indicado para crianças de 2 a 4 anos. Desenvolve habilidades motoras, cognitivas e visuais. Além de você poder ensinar algumas formas. Preço: U$ 2,06


3 - Livro de pano com mordedor para bebês - É claro que os livros do site não são em português, mas é importante o bebê ter contato com livros desde essa fase. Livros assim, coloridos, não só estimulam a visão mas o desejo da leitura desde pequeno (vou falar sobre isso num post mais para frente). Você pode falar com seu bebê sobre as cores, formas, ilustrações... deixando a criança manusear e explorar o brinquedo. Preço: U$1,58

4 - Sapato de madeira para laço - Esse é um brinquedo diferente e muito útil. Daqueles que a criança aprende brincando. Ajuda a criança a desenvolver habilidade do movimento. Indicado para crianças a partir de 3 anos. Preço: U$ 2,15


5 - Aprendendo Matemática - Ótimo para crianças em fase escolar. Vem na latinha, os números e operações são em madeira e também vem as "varinhas" para auxiliar no aprendizado das contas. Esse é um brinquedo que indicaria todas as crianças terem. Quanto mais a criança visualizar os números, operações, mais conseguirá entender todo o processo das operações. Preço: U$ 5,50

Tem muitos outros brinquedos. Para todas as faixas etárias. Trouxe apenas esses 5 para não estender muito, mas se quiserem trago mais ideias de jogos e brinquedos educativos.

Ah! Quando é colocado a faixa etária, é uma estimativa. Seu filho pode ser mais velho e se interessar pelo brinquedo.


Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.











11 março 2016

Antes e Depois de Ser Mãe - Minha história

Como disse no post de volta do blog, um dos temas que quero falar é sobre maternidade. Quem depois de ser mãe não gosta de falar dos filhos, compartilhar erros e acertos...

Por isso, a partir de hoje vamos ter por aqui a série “Antes e depois de ser mãe”. História de mães contando sua experiência com a gravidez, parto, o que mudou após ser mãe, o que melhorou, o que ficou ruim, como tem sido essa experiência, dúvidas, medos...

Acho que toda mãe se pergunta se todas as mães pensam e tiveram/tem a mesma experiência. 

Iniciando essa série quero contar um pouco sobre minha experiência com a maternidade.

Sempre soube que seria mãe. Desde pequena sempre sonhei em ser. Tinha em minha mente:"quando crescer quero ser professora, (bem) casada e com dois filhos".

Com 28/29 anos, terminando a faculdade, eu e meu marido resolvemos engravidar. Foram 10 meses de tentativa. Hoje parece pouco, mas na época uma eternidade! A gravidez foi tranquila, apesar de ter hipertensão gestacional. A Míriam, nossa primeira filha, chegou com 37 semanas, num parto super rápido e tranquilo. 

Quando a Míriam nasceu, tivemos o grande susto dela ter nascido com pé torto congênito. Tive medo dela sofrer, ser discriminada, não andar... tudo passou na minha cabeça em segundos... graças a Deus, hoje, corre, pula de um lado pro outro... mas foi uma fase difícil. Imagina colocar gesso em um bebê de 6 dias; cirurgia com 2 meses... chorei muito, sofri muito, mas vencemos. 

Uma vez, meu marido disse que fui muito forte nessa situação toda. Não achava! Falei que não era forte. Chorava muito! E ele, sabiamente disse que "Chorar não é fraqueza, é ter sentimento! Ser forte e conseguir passar por situações difíceis na vida!". Achei lindo ele dizer isso! E levo comigo sempre!

Eu com a Míriam com 4 meses


Passados 5 anos da primeira gravidez decidimos que estava na hora de ter outro filho. Desejava ter outra menina, mas deixava nas mãos de Deus o que seria melhor. Apenas pedia que viesse com saúde! Engravidei após 5 meses de tentativa. Dessa vez, estava mais tranquila! acho que na segunda tentativa ficamos mais tranquilos. Sabemos que podemos engravidar... foi bem menos estressante!

A Cecília, nossa segunda filha, nasceu com 39 semanas, de parto normal. Como o primeiro, foi bem rápido. Senti a primeira contração às 7 horas, cheguei no hospital às 10 horas e ganhei as 11 horas.

Eu com a Cecília com 4 meses

É um desafio ser mãe de duas. Saber controlar a rotina para dar atenção que cada uma precisa, cuidar da casa, marido... muitos desafios.... mas estou feliz! Sempre lembro daquela menina de 8 anos que sonhava em ser professora, casada, com dois filhos!

Sou grata a Deus pela família que ele me deu. Tudo não sai perfeito todos os dias. Tem dia que acho que devia ter tido mais paciência em alguma situação, ter sido menos rígida... cada dia a gente aprende mais a ser melhor, a ser mãe.

Meu nome é Luciana Pires Alvim
Sou mãe da Míriam e da Cecília. Míriam com 6 anos e Cecília com 5 meses
Meu parto foi normal (todos os dois)
O que mudou depois que me tornei mãe - Tudo mudou! A tolerância, a vontade de ser uma pessoa melhor, maior paciência, prioridades o sentimento do que é amor de verdade, deixar de ser tão rígida com as situações, com as pessoas...
O que continuou igual depois que me tornei mãe - Igual é difícil. Mas muitas tem medo que atrapalhe o casamento e digo que melhorou. Nos amamos mais, nos tornamos mais cúmplices, parceiros em favor delas e de nós mesmo.
Meu maior medo como mãe - É não ter saúde para educa-las ou elas não terem saúde. Outras circunstancias da vida como: sofrimento, dor, decepção... infelizmente são situações que inevitavelmente irão passar e ajudarão no crescimento delas.
Minha maior alegria como mãe - Quando elas sorriem! Só de ver a alegria delas me sinto a pessoa mais feliz que existe!
O que faço para driblar a correria do dia-a-dia para não esquecer que antes de mãe sou mulher - escrevo tudo que tenho que fazer na semana. Tudo mesmo! Assim consigo me organizar deixando tempo para cuidar de mim e tempo com o marido!

Se quiser também contribuir com essa série vai ser uma alegria! Me manda um email contando sua história: luciana.piresalvim@gmail.com

09 março 2016

Personalizando o material escolar

Pensei até que seria bobeira falar sobre isso num post. É aquela mania que a gente tem de achar que todo mundo já sabe, mas numa reunião de pais falei com uma mãe como fiz as etiquetas do material da minha filha e ela disse que não sabia que dava para fazer assim. Então, vim compartilhar com vocês.

Toda vez que na lista de material vem escrito que tudo tem que ser etiquetado com o nome da crianças entrava em pânico. Haja etiquetas! Sem contar que tem tipo de material que não dá para colocar etiqueta ou escrever com caneta ou canetinha.

Na internet tem vendido etiquetas de vários tipos, personalizadas, mas confesso que acho que são muito caros.

Então eu mesma fiz todas as etiquetas. E o melhor! Do jeitinho que minha filha queria!

É muito simples! No nosso "amigo" Google coloquei "etiquetas escolares personalizadas gratis para imprimir". Aparecem vários tipos de etiquetas. É só escolher o modelo que quiser.

Como minha filha queria com o tema Enrolados (Rapunzel) acrescentei esse nome na minha busca.

Assim, escolhi qual queria e copiei...


Como não entendo muito de programas o mais fácil é colar no word mesmo e com a caixa de texto preencher com o nome da criança, escola, ano...

Esse ano ainda fiz para os lápis de escrever, lápis de colorir e canetinhas. Como as crianças perdem os lápis! Pesquisei "etiquetas para lapis para imprimir gratis" e fiz da mesma forma.

Colocando várias na mesma folha, sai bem mais barato do que comprar etiquetas.

Você pode imprimir em casa em folhas autoadesivas ou em casas de xerox, que foi o que fiz! Se quiser imprimir em folha comum, cole no caderno e depois encape o caderno

O resultado foi esse!


A dica é simples, mas espero que tenha sido útil.

E você? Como organizou o material do seu filho? Tem alguma dica para nos dar?

07 março 2016

Estamos de volta!!!

Olá, Como vai? 

Estou voltando com meu blog nesse mês, com cara nova e com ideias novas.

Acredito que um blog seja aquilo que você vive! Suas experiências, seus interesses, suas expectativas...

Por isso, meu intuito no blog é falar sobre tudo que possa interessar a nós, mulheres.

Hoje temos uma vida corrida, não temos tempo para ficarmos horas se arrumando, tudo é muito corrido e sempre temos o desafio de querer ser uma super mãe, super mulher, super funcionária, super dona de casa... e com isso, busco ideias e dicas para contornarmos essa correria toda e conseguir se dedicar um pouco em tudo.



Como educadora e mãe, vou trazer dicas sobre maternidade. Amo novidades em beleza e quero trazer dicas de produtos práticos para nosso dia-a-dia. Enfim, tudo que possa interessar a mim e a você.

Fique a vontade para comentar, opinar e perguntar... o negócio aqui é interagir.

Vamos começar com posts segunda, quartas e sextas.... mas quem sabe aos poucos aumentamos para todos os dias?

** O layout e programação do blog foi feito pela Lusa Agência Digital. Amei o trabalho e dedicação deles. 


O que vocês querem ver por aqui?


Beijos e não deixem de acompanhar!