25 maio 2016

Antes e Depois de Ser Mãe: História da Milena

Hoje a Milena vai nos contar sua experiência como mãe. Como disse para vocês em outro post por aqui, o intuito dessa série é conhecer histórias de outras mães e assim com essa troca de experiência aprendemos mais até mesmo conosco mesmo.

Então, vamos a história da Milena...

Eu me chamo Milena e sou mãe da Helena, que vai fazer 9 meses no dia 05 de junho. Ser mãe não estava nos meus objetivos, mas conheci um homem muito bom para mim, que eu o chamo de marido e aos poucos a ideia de formar uma família foi crescendo, então, 9 meses depois, chegou a minha princesa Helena.

Toda a minha gravidez foi bem tranquila e o meu parto melhor do que poderia imaginar. A equipe médica que me atendeu no plantão do Hospital Guilherme Álvaro, só poderia ter sido enviada por Deus. Foi tudo maravilhoso!

Chegar em casa que foi terrível! Teve aqueles cinco dias em que meu esposo ficaria em casa e mais o final de semana (licença paternidade), mas depois disso todos voltariam as suas rotinas normais e eu iria ficar em casa com um bebê sozinha!

No início isso me apavorou muito! Tive início de depressão pós-parto e achei que seria o meu fim. Foi bem difícil!

Passado todo esse drama, não consigo imaginar o por quê de não ter tido um filho antes. Ela me quebrou e me moldou por completo.

Aprendi a ser melhor por causa dela! Aprendi a conviver, a relevar e a ter paciência porque ela me faz ser o melhor que posso. E ainda assim, estou sempre tentando ser melhor por ela!



Quando pensei que tudo estava sendo flores um dos piores dias chegou em minha vida. Aos três meses de vida, minha sogra deu um remédio errado para ela e fomos parar na UTI neonatal. Aquilo foi o fim para mim. Me senti tão fraca, tão pequena, tão indefesa em não poder ajudar a minha menina... foi como se a minha vida estivesse sendo tirada aos poucos.

Mas Deus é bom e hoje minha menina está linda e forte em meus braços. Brincando e sendo criança como deve ser.

Por incrível que pareça os dias ruins nunca acabam! Passamos por uma dificuldade que me quebrou por inteira! Nós, como mães, podemos não comer, deixar o almoço para dar aos nossos filhos... mas não podemos deixar os nossos filhos sentirem desde pequenos o peso do mundo.

Se fosse preciso me partiria em pedacinhos para dar a ela o que comer. Espero que uma mãe nunca passe por isso: pela necessidade! Me senti muito pequena e incapaz! Mas Deus como sempre é muito bom! E só tenho a agradecer todas as coisas que ele faz por mim todos os dias!

Hoje eu sou completa! Sou mãelher! Sou sol, sou brisa, sou tempestade e furacão! Tudo pela minha filha!

Meu nome é Milena França
Sou mãe da Helena França
Meu parto foi normal (e doeu muito...rsrs)
O que mudou depois que me tornei mãe - Toda minha rotina mudou! Foi um baque e tanto! Tão grande que tive até começo de depressão pós parto.
O que permaneceu igual depois que me tornei mãe - Meu jeito moleca, continuo gostando de coisas de meninas, filmes e maquiagem.
Meu maior medo como mãe - Não poder dar o que minha filha precisar. Não ser capaz de mudar os resultados que a vida me der.
Minha maior alegria como mãe - É realmente minha filha! Sem dúvidas!
O que faço para driblar a correria do dia-a-dia para não esquecer que antes de mãe sou mulher - Criei toda uma nova rotina junto a minha filha. Temos horário para tudo! De manhã arrumo a casa, faço almoço e dou banho na Helena. A tarde, depois do almoço, coloco ela para dormir. É nesse intervalo que eu tenho tempo para mim. E quando meu marido está em casa, me ajuda bastante com a rotina!


Obrigada por compartilhar sua história, Milena. E se você quiser também contribuir com essa série vai ser uma alegria! Me manda um email contando sua história: luciana.piresalvim@gmail.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário