01 abril 2016

As mentiras que contamos para nossos filhos!

"Bebe o remédio. É gostoso!" "Fica tranquilo! Não vai doer!" "Não chora! Não foi nada!"

Quantas "mentirinhas" contamos às crianças? Quantas vezes já ouvimos: "Pára de fazer careta que passa um vento e você fica assim". Essa última eu acreditava e morria de medo!

As vezes essas "mentirinhas" vem veladas numa negociação ou melhor dizendo, chantagem mesmo. "Se não for bom menino não ganha presente do Papai Noel". "Se não obedecer o homem do saco vem te pegar".... e por aí vai.

Infelizmente essas "ingênuas" mentirinhas não trazem o efeito que queremos. Podemos achar que estamos educando dessa forma, mas uma criança não consegue aprender assim.



Tais mentiras fazem com que a criança se sinta intimidada, com medo e isso não a faz aprender.

Antes de qualquer coisa respire fundo, conte até 10 ou mais. A primeira regra para educar é a paciência e o amor.

É preciso calma e orienta-la com afeto, proteção e carinho por maior rebeldia que demonstra naquele momento.

As vezes não é fácil! Mas quem disse que seria?

Se ficou alguma dúvida, comenta aqui embaixo que terei o maior prazer em responder. Se não souber, prometo pesquisar e assim, a gente aprende junto.



Nenhum comentário:

Postar um comentário